Sal 2018-02-06T01:43:05+00:00

O sal da Terra deu nome a esta ilha cabo-verdiana. Pouco mais há aqui do que sal; o sal que aqui fixou os primeiros escravos. Uma das mais pequenas ilhas do arquipélago, a paisagem chega a ser desoladora, estéril e o guia da Lonely Planet começa com a dica “Skip Sal if you can“. Claramente um exagero, já que a ilha do Sal, apesar de árida, tem dezenas de boas razões para receber uma visita. A maioria delas, são praias. É isto que atrai os milhares de turistas que visitam o Sal ao longo do ano. O Sal é um destino para os amantes da praia, do mar, dos mergulhos, das esplanadas, dos bares à noite, dos resorts. O Sal não é Cabo Verde, mas o Sal também é Cabo Verde.

Aqueles que aqui vêm em busca de descanso e praia ficarão agradavelmente surpreendidos. O Sal tem tudo para que passem belos dias, aproveitando o mar, observando os pescadores, com uma vasta gama de restaurantes, cafés e bares. Há pequenos passeios para se conhecer a ilha e actividades desportivas para fazer na praia. Quem vem ao Sal procurando a alma cabo-verdiana, apanhará uma desilusão. Esta será a ilha onde terá mais dificuldade em encontrá-la. Mas essa é a beleza de Cabo Verde, cada ilha tem o seu encanto, e a ilha do Sal tem também os seus encantos. É aqui que estão, provavelmente, as praias mais bonitas do arquipélago.

Os habitantes do Sal dizem que aprenderam a viver com aquilo que a ilha lhes dá: sal, sol, areia e vento. E na verdade aprenderam, tornaram o Sal numa das ilhas com mais oportunidades de emprego e em 30 anos a população quadruplicou.